Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conta-me Histórias

' O Homem é sempre um contador de histórias. Vê tudo o que lhe acontece através delas. E, ele tenta viver a sua vida, como se estivesse contando uma. ' (Jean-Paul Sartre)

' O Homem é sempre um contador de histórias. Vê tudo o que lhe acontece através delas. E, ele tenta viver a sua vida, como se estivesse contando uma. ' (Jean-Paul Sartre)

Conta-me Histórias

05
Jun17

A memória da paixão

Rita PN

 

war-of-feelings-pintura-de-leonid-afremov.jpg

 War of feelings by Leonid Afremov

 

Nota: O texto que se segue contém linguagem susceptivel de ferir a sensibilidade das mentes mais resguardadas. 

 

 

Sinto-te quente entre as mãos e viajo-te nas curvas do corpo, enquanto subo e desço as colinas dos teus seios e tu abres as pernas levando-me ao vale do inferno. Trinco-te a carme dos lábios com fervor no ardor com que me queimas as entranhas e me abocanhas o pescoço. E ainda te sinto, em chagas acesas, a força do amor que me cravavas na pele. Teu rosto a pincel, gemendo o prazer encorpado com que o meu nome te ardia na língua. 
Já não sei com que força te agarrava crespos, os cabelos que me cortam hoje como lâminas, as memórias inflamadas da sombra ardida onde me condenei a amar-te. Embriagado e levado pelo desejo da vontade e da loucura, ao mesmo tempo que uma ereção de ternura me obrigava a entrar em ti. Sinto-te fugir entre os meus dedos tesos e queimados, ressacados e incapazes de se dobrarem e guardarem as orgásticas cinzas onde ardi. 
A memória das mãos nunca esquece a paixão.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Direitos de Autor

© Todos os Direito de Autor e Direitos Conexos (CDADC), reservados nos termos da Lei nº 63/85, de 14 de Março, com as alterações introduzidas pelas Leis n.ºs 45/85, de 17 de Setembro, 114/91 de 3 de Setembro, pelos Decretos-Leis nºs. 332/97 e 334/97, ambos de 27 de Novembro, e pelas Leis nºs 50/2004, de 24 de Agosto, 24/2006, de 30 de Junho e 16/2008, de 1 de Abril. Por querer ver respeitada e protegida a sua criação intelctual neste espaço, a autora solicita que não seja feita utilização indevida do contúdo do blog sem a sua autorização prévia. Por consequência, sempre que exista partilha de texto(s) e/ou excertos do(s) mesmo(s), deverá ser mantido o seu formato original e ser, obrigatoriamente, mencionada a autoria do(s) mesmo(s). Disfrutem.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D