Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conta-me Histórias

' O Homem é sempre um contador de histórias. Vê tudo o que lhe acontece através delas. E, ele tenta viver a sua vida, como se estivesse contando uma. ' (Jean-Paul Sartre)

Conta-me Histórias

' O Homem é sempre um contador de histórias. Vê tudo o que lhe acontece através delas. E, ele tenta viver a sua vida, como se estivesse contando uma. ' (Jean-Paul Sartre)

Canção de um Domingo

Não pedi ao domingo que chorasse, do lado de lá do que sou, como me chora por dentro.  
Desgastado, trouxe-me sépia, à tela em branco que visto. Dispo. Resisto. Rabisco.    Para te poder aninhar. 
Não pedi ao domingo que chorasse para lá de mim, a melodia que trago por dentro. Pauta de cinco sentidos com que o teu coração me compôs. 
Voltada para dentro, encontro-te no silêncio. E guardo-te, onde a deliquência longa de outros domingos não te possa decompor.
São coisas compridas, isto dos domingos. Tão longas quanto as cordas da harpa das memórias que estendeste até mim. Ao domingo, também tu te demoras na sua lonjura... sem chegar. 
Não pedi ao domingo que te chorasse, como te choro, por temor que não mais pare de chover.

Na dor do amor, talvez seja sempre domingo. 
De quantos domingos nos fizeram?

Regresso sempre a ti, como a um um domingo infindável.

 

Chuva.gif

 

6 comentários

Comentar post