Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Conta-me Histórias

' O Homem é sempre um contador de histórias. Vê tudo o que lhe acontece através delas. E, ele tenta viver a sua vida, como se estivesse contando uma. ' (Jean-Paul Sartre)

Conta-me Histórias

' O Homem é sempre um contador de histórias. Vê tudo o que lhe acontece através delas. E, ele tenta viver a sua vida, como se estivesse contando uma. ' (Jean-Paul Sartre)

Deixem-me Chorar

 

Deixem-me chorar as notas, as letras e as cores das memórias onde me deito.
Deixem-me chorar a dor, o vestido azul, o abraço e a ternura do lençol onde naufrago.
Deixem-me chorar o tempo e o sofrimento decidido. Deixem-me ficar latente, a definhar na almofada dos sonhos desfeitos.
É, por vezes, preciso soluçar o rio da angústia para a poder suportar.
Sigo em noctívagos prantos, tateando e tropeçando no que foi. Ainda não sei andar por aqui... por vielas estreitas e caminhos sozinhos onde os meus olhos, consumidos pelo grito da lágrima quente, perderam a luz.

 

Ah…! Deixem-me chorar o que não foi e tudo o que ficou por ser. O mais que viria, tudo quanto sabia que tinha raízes para se erguer. Deixem-me chorar o amor.
Deixem-me aqui, chorando de mim e comigo. Deixem que me doa. Que me rasgue. Que me mate. Que me consuma o rastilho e me dinamite o coração. Deixem-me estar só.

 

Sem murmúrios. Só o silêncio, eu e a dor.